domingo, 24 de fevereiro de 2013

D. Afonso Henriques - 1



D. Afonso Henriques, o Conquistador (1109? – 1185)

1096 - Casamento de D. Teresa com o conde D. Henrique e doação do Condado Portucalense ao casal a título hereditário.
1109? – Nascimento de D. Afonso Henriques.
1112- Morre o conde D. Henrique e D. Teresa assume o governo do Condado Portucalense.
1115 – D. Teresa participa na cúria régia de Oviedo.
1116/7 – Cerco de Coimbra pelos Almorávidas.
1118 – D. Paio Mendes é nomeado arcebispo de Braga
1121 – Ligação de D. Teresa com o Conde galego Fernão Peres de Trava.
D. Paio Mendes é nomeado legado papal para Compostela e Braga.
Fernão Peres de Trava governa o Porto e Coimbra, e começa a afastar dos seus cargos a nobreza minhota.
1123 – Fundação do Convento de S. Cristóvão de Lafões por D. João Peculiar.
1125 – D. Afonso Henriques arma-se a si próprio cavaleiro, em Zamora.
1126 – Morte da Rainha D. Urraca, irmã de D. Teresa e início do reinado de seu filho Afonso VII como rei de Castela e Leão.
1127 – Cerco de Afonso VII a Guimarães para obrigar o infante português a prestar-lhe a vassalagem devida e que tem como consequência o lendário? episódio de Egas Moniz.
Foral de Sátão, confirmado em 1135.
1128 - Batalha de S. Mamede, da qual D. Afonso Henriques sai vitorioso, assumindo a chefia do Condado Portucalense.
D. Paio Mendes é nomeado Chanceler-mor da Curia Régia.
Estabelecimento da Ordem dos Cavaleiros Templários em Portugal.
Foral de Guimarães.
1129 – O castelo de Soure é doado aos Templários
1130 – 1ª invasão da Galiza.
Morte de D. Teresa.
1131 – A capital do Condado passa para Coimbra.
Eleição de S. Teotónio, conselheiro e director espiritual de D. Afonso, para Prior-mor de Santa Cruz.
1132/3 – 2ª invasão da Galiza.
1134 – 3ª invasão da Galiza.
 Construção do castelo de Celmes, na Galiza.
1135 – Coroação de Afonso VII como imperador de toda a Hispânia.
Construção do castelo de Leiria.
Nomeação de D. João Peculiar, um dos conselheiros do Rei, como Bispo do Porto.
1136 – Egas Moniz é nomeado Dapifer Curiae (mordomo-mor e vedor).
Este cargo era vitalício.
Foral de Seia.
1136/7 – 4ª invasão da Galiza.
Foral de Penela.
Foral de Anciães.
 D. Afonso Henriques vence Afonso VII de Leão e Castela na Batalha de Cerneja.
 Paz de Tui.
 Tomada de Leiria pelos mouros.
1138 – Morte de D. Paio Mendes e nomeação de D. João Peculiar como
Arcebispo Primaz de Braga
 1139- Reconquista de Leiria.
D. Afonso Henriques vence os Mouros na Batalha de Ourique e começa a usar o título de Rei.
Apaixona-se por Flâmula ou Châmoa Gomes, sobrinha do Conde D. Fernando Peres de Trava, de quem terá filhos.
Confirmação do Foral de Constantim de Panóias.
1140 – Nasce o seu primeiro filho, ilegítimo, Fernando Afonso, que será alferes-mor do reino, mestre dos Hospitalários na Hispânia em 1198 e eleito 12º Grão-Mestre da Ordem em 1202, participando na 4ª Cruzada.
5ª invasão da Galiza.
Início da construção da Sé Velha de Coimbra.
1141 – Batalha de Arcos de Valdevez.
Os mouros recuperam Leiria.
? – Nascimento de outro filho ilegítimo D. Pedro Afonso.
1142 – Tentativa frustrada da conquista de Lisboa.
Foral de Leiria.
1143 - Tratado de Zamora. Reconhecimento por D. Afonso VII do título de Rei a D. Afonso Henriques.
Acto de vassalagem ao Papa.
1144 – Emissão da Bula papal “Devotionem tuam “, por Lúcio II, aceitando a vassalagem, mas tratando D. Afonso como “dux” e não como “rex”.
Foral de Germanelo.
Foral de Espinho.

Sem comentários:

Enviar um comentário